Esmaltes: Especial Once Upon a Time

Bom dia, meus queridos! E aí, como foram de semana "Hunger Games"? Gostaram da sugestão de dona Manuellita? Espero que sim, é uma ótima série de livros!

Mas agora que a semana "Hunger Games" passou, e eu já havia prometido, voltaremos ao mundo dos contos de fada de Once Upon a Time. No melhor estilo Boreal: com um post fresquinho de beleza, mostrando novas cores de esmalte que caem muito bem nas moçoilas da série!

Começamos pela protagonista da série, nossa querida Cameron loira Emma Swan.

Emma Swan




Emma é uma espécie de mulher forte, decidida e que sabe como lidar com problemas - ou pelo menos deveria saber. A heroína de nossa história tem uma típica jornada de... bem, heroína. Vida dura na infância, aprendeu a se virar sozinha, tem um forte senso de justiça (mesmo com assuntos que, a princípio, nem sequer lhe dizem respeito) e ainda consegue manter uma personalidade mais vívida, independente e corajosa.

Porém, por causa dessa vida um pouco não tão "felizes para sempre", Emma não é exatamente uma mulher certinha e delicada. Ela está mais para o estilo que tenta... hum, ser mais solta. Alguém mais rock 'n roll, teimosa, inquieta, que toma atitudes nem sempre tão nobres, mas que ainda assim é uma pessoa boa. Porque, ao mesmo tempo, fica claro que Emma tem um lado sensível, que se afeiçoa ao filho Henry (que ela entregou à adoção quando ainda era bebê), que se apega às pessoas, mesmo com a carranca de ser distante, de não ligar para regras e convenções e mesmo que diga que não liga.

Então, numa decisão que foi bastante difícil, decidi (melhor, a minha amiga Ana Santis decidiu, créditos a ela) que o melhor esmalte seria um que deixasse claro o lado rebelde-wannabe de Emma, mas também sua feminilidade e charme. Por isso a escolha foi Rock, da Colorama.



Os esmaltes escuros sempre caem bem com o estilo mais despojado. Passa a segurança de mulheres maduras,confiantes. O Rock em especial me passa a sensação de que a mulher que usa esse tipo de cor tem uma personalidade tão forte que poderia bater de frente com qualquer pessoa e enfrentar qualquer perigo, mesmo que de forma meio impensada. Desse modo, fica bem para a Emma, uma mulher que, meio que contra toda a lógica, decide meter seu narizinho no mundo de Storybrooke sem nem se importar se seu jeito de ser condiz com a pequena cidade.

Ao lado de Emma, temos a primeira antagonista da história. Conheçam a diva

Rainha Má/Regina Mills






A Rainha Má, madrasta da pobre Branca de Neve, não mudou muito daquela que conhecemos nas histórias infantis. Continua sendo linda, extremamente vaidosa, inconformada por não ter o seu final feliz (e belo), tendo uma queda por maçãs envenenadas e, sobretudo, querendo acabar com a alegria da enteada Branca de Neve.

Regina, sua versão prefeita-manda-chuva-do-mundo-real, não é muito diferente. Mas, com Regina, podemos ver que a Rainha Má não é TÃO cruel assim. Apesar de firme, imponente e de não aceitar questionamentos... e apesar de ainda fazer tudo para conseguir o que quer... Regina é uma mulher sozinha, com uma história nem sempre bonita, e que luta para conseguir o seu final feliz. Ela nutre pelo filho adotivo, Henry (sim, o filho de Emma) um amor que, antes, ela só dedicava ao pai (cujo nome também era Henry). E apesar da maldição que lançou sobre todos, Regina tem muitos medos e receios, que são escondidos por uma postura arrogante de sua parte (apesar de ser sempre muito elegante)

Já que Regina é uma pessoa mais sóbria, e tem um gosto inexplicável por maçãs e batons vermelhos, o Boreal Café escolheu para ela um esmalte que mistura os dois. Por isso, fomos de Viúva Negra, da Risqué.



Acho que o princípio dos esmaltes escuros ditos para Emma vale também para Regina. Mas o toque do glitter vermelho do Viúva Negra faz com que o esmalte perca o ar despojado, característico dos pretos e cinzas escuros, e ganhe um ar mais sensual e refinado. A mulher que usa um esmalte como esse continua sendo forte, decidida, mas é mais ponderada, preocupada com sua beleza (de um modo sadio, claro) e com sua postura. Cai bem para Regina e seu vestuário escuro, porém sempre com toques vermelhos.

Após as duas personagens principais, temos a causadora de todos os "problemas". Incluindo para o Boreal! Apresento...

Branca de Neve/Mary Margareth Blanchard






Ok, vamos explicar primeiro porque a doce Snow White virou um pequeno problema para nós. Lembram-se quando, no post passado, disse que as personalidades de Branca de Neve e sua versão real, Mary Margareth, não pareciam encaixar? Bem, aqui explico por quê.

Na versão de Once Upon a Time, Branca de Neve não é a mocinha meiga e inocente que estamos acostumados a ver. Ela é uma jovem doce sim, porém que está fugindo de sua madrasta, vivendo no meio da floresta e tendo que sobreviver sem nenhuma perspectiva de melhora. Mesmo quando conhece seu Príncipe Encantado, Branca de Neve é austera, e mostra que não depende dele para nada. Ela aprendeu a se virar sozinha, conhecendo os macetes da floresta e fazendo o que for para ficar viva, e manter quem ama a salvo. Essa é a Branca de Neve que Once Upon a Time nos incentiva a adorar.

MAS aí a maldição chegou, e vemos Mary Margareth. Se eu fosse comparar esta jovem a alguém, eu diria que ela é a versão americana da Professora Helena (sabe a do Carrossel? A da versão mexicana? Essa mesma!), incluindo compartilhando a mesma profissão. Mary Margareth é uma jovem doce demais, meiga demais, compreensiva demais... e que está sempre disposta a ajudar tudo e todos. E com medos, medos, e medos. Medo de se arriscar no amor, medo de arrumar encrenca com Regina, medo de dizer algo errado... medo de quase tudo. Só não de Emma. Mas aí eu acho que foi o espírito materno que falou mais forte.

Ou seja, cadê a heroína independente da história????

Como os esmaltes refletem muito da personalidade da personagem, a primeira opção que decidi foi que ambas deveriam ter um esmalte, um para cada. MAS, após escolher as cores de cada uma, vi que, talvez, os esmaltes pudessem se unir, assim como, ao longo da história, Mary Margareth vai voltando a ser Branca de Neve. E não é que a mistura deu certo?

Apresento a primeira experiência de junção de esmaltes do Boreal Café: Artemis, da Hits Speccialitá, com Doll da Mohda.



Explicando cada uma das escolhas: sempre considerei prata como uma cor nobre. Artemis seria para Branca de Neve: belo, singelo, como as cores claras, porém marcante e guerreiro, típico da cor prata. O próprio nome do esmalte meio que diz por si só (Artemis é a deusa da caça na mitologia grega).

Já o Doll, um rosinha bastante fofo, mostra a delicadeza e a doçura de uma jovem menina, que ainda está descobrindo o mundo, e que pode ter receios sim, mas tem potencial e está crescendo. Essa é a cor perfeita para Mary Margareth.

As duas cores juntas combinam com a ideia de que duas pessoas vivem em uma só. Diferentes, porém complementares. Só espero que no final as duas personagens se complementem como os esmaltes fizeram!

Ok! Conhecemos as protagonistas. Mas obviamente as personagens femininas não param por aí. Não em um seriado cujo tema é contos de fadas. Há outras versões bastante interessantes das mocinhas de nossas histórias. Conhecendo a versão mais "chocante" de todas...

Chapeuzinho Vermelho/Ruby






Estamos todos acostumados a ver Chapeuzinho Vermelho como uma doce garotinha que passa a perna em um lobo mau que comeu sua pobre avózinha. Geralmente, ela é doce, ama a avó, come muitas gostosuras e é uma criança que anda sempre com um capuz vermelhinho. Certo?

Não em OUAT. Nesta série, você verá não somente uma Chapéu adulta, como bastante liberal em alguns pontos. Apesar de ainda amar a avó e ainda servir doces às pessoas, Chapeuzinho Vermelho é uma jovem rebelde, sexy e bastante segura de suas vontades (ou quase isso, já que às vezes demonstra ainda certos medos infantis, sobretudo o de ficar sozinha). Personalidade que se transferiu para sua contraparte Ruby. A garçonete do Restaurante da Vovó sempre se veste de maneira bem... sexy (para não dizer outras coisas), tem no vermelho seu principal ponto para atrair as pessoas e não tem papas na língua. É uma personagem divertidíssima, que vai amadurecendo conforme o tempo passa e vai aprendendo a ser mais responsável e a cuidar melhor de quem ama.

E como ela é uma Chapeuzinho Vermelho, e daquelas pra lá de espevitadas, o esmalte também vai combinando. A escolha foi o belíssimo Maçã do Amor, da Risqué.





Os vermelhos são sempre muito queridos pelas mulheres, já que combinam com qualquer situação e apresentam diversas tonalidades. Mas o Maçã do Amor tem uma grande vantagem: ele é metálico, ou seja, dá um toque ainda mais especial na cor. Acho que a principal vantagem do Maçã do Amor é que seu tom rubro combina tanto com as mais românticas, quanto para as mais sedutoras. Assim como Chapeuzinho Vermelho, que tem as duas facetas sem perder o rebolado. Dependendo do vestuário e da ocasião, ele te dá um ar diferente. Ótimo coringa!

Na história, Ruby tem uma melhor amiga. Uma personagem também bem conhecida do público... nada mais nada menos que

Cinderella/Ashley Boyd



A história de Cinderella (ou Ella, como costumam chamá-la) continua sendo a mesma. Uma pobre garota que é obrigada a limpar a casa todo dia, e não lhe é permitido sair para ir ao baile realizado pela Família Real. E eis que, durante o seu pranto, aparece alguém que pode mudar sua vida.
Ok que, na versão de Once Upon a Time, esse alguém é Rumplestiltskin (escrevi certo?), que simplesmente resolve assumir a dianteira da situação e transforma a Fada Madrinha em pó. Mas o resto continua quase igual. Rumple transforma Cinderella numa linda dama, calça-lhe sapatinhos de cristal, dá a carruagem e ela vai ao baile linda e contente. A diferença é que, dessa vez, ela terá de pagar um preço: deverá ceder seu primeiro filho para Rumple assim que ele nascer.
Com o passar do tempo, Cinderella consegue realizar todos os seus sonhos. Inclusive se casando e engravidando do Príncipe. Porém, toda magia cobra o seu preço, e Rumple está disposto a receber. Desesperada, Ella se vê numa armadilha: como doar o filho que seu marido e ela tanto desejam, e assumir que usou magia para conquistá-lo?
Óbvio que, com a ajuda dos demais habitantes das terras do reino - e muita astúcia - ela consegue prender Rumpelstiskin e ter um pouco de sossego. Porém, ela não esperava pela maldição da Rainha Má. E eis que se transforma em Ashley Boyd, uma moça adolescente, grávida, pobre, e que sem a memória de sua vida passada, se vê abandonada pelo então namorado (que era marido) já que o pai dele não aceita a gravidez. E o pior: com Mr. Gold (contraparte de Rumple) querendo sua criança para criar.
Ashley é a típica adolescente grávida que não tem para onde ir. Desesperada e sem a ajuda de uma fada madrinha, ela chora e se vê sem saída. Porque, no fundo, tudo que Ashley queria era ter um final feliz ao lado de quem ama, mas sem necessariamente lutar para isso. A grande lição de Ashley na série é que, apesar de sempre recebermos ajuda, não devemos nos acomodar ou contar com milagres para termos o que queremos. Devemos lutar para isso. E ela aprende a duras penas.
Para representar a cor dos sonhos, da magia e da pureza, porém sem deixar de ser nostálgico e triste, resolvi seguir a tradição de cor para Cinderella e escolhi o Glacial, da Big Universo.

O Glacial é o típico esmalte que cai bem numa estação fria como o inverno, já que é de um tom frio, porém é um esmalte que exige atenção. Por tender ao neon, ele é bastante chamativo, portanto o modelito e os acessórios devem ser discretos. Mas nada que seja difícil de combinar. Afinal, azul é uma cor que cai bem com qualquer coisa... mesmo nos tons mais claros possíveis.
E já que falamos de uma princesa tradicional, que tal vermos mais uma queridinha do público?

Bela/Belle



Vocês repararam que a Bella não muda de nome né? No original em inglês, ela mantém o mesmo nome para as duas personagens, então não estranhem.
Belle é outra personagem cuja história não muda muito em OUAT. Pelo pai, ela aceita se fazer de refém, no castelo de um ser monstruoso e solitário. E por esse ser ela meio que se apaixona, já que, graças a sua mente aguçada, esperta e livre de preconceitos - aliado à sua personalidade forte e independente, o que a difere das demais moças de seu tempo - ela consegue ver além do que os outros enxergam. TUDO BEM que o ser em questão não é exatamente a Fera, MAS... vamos deixar isso em segredo :)
Belle - em qualquer uma de suas versões - é a mulher decidida que luta por aquilo que acredita. Talvez em uma escala diferente de Emma, já que ela tem uma índole um pouco mais serena, mas nem por isso deixa de ser firme quando precisa, e afirmar que a vida e as decisões são dela, e de mais ninguém.
Exatamente por ser tão resoluta e por conseguir enxergar além do que os outros veem - sobretudo quando se trata de índoles - Belle é do tipo que ilumina tudo que a cerca. Irradia energia e confiança. Ela é de grande ajuda a Mary Margareth, sempre servindo de apoio e força, e dando conselhos valiosos. Além disso, consegue tornar a vida mesmo dos mais miseráveis em algo que valha a pena, como é o caso da pessoa de quem deixamos em segredo.
Exatamente por isso - e também porque, se falando de Bela, é a cor que vem à cabeça - a cor escolhida foi Anos Dourados, da Risqué.

Ao contrário do Glacial, esse esmalte já é perfeito para o verão! No máximo, para o outono. Mas ele também exige bastante atenção, já que também é bastante chamativo. É perfeito para usar com roupas leves, talvez vestidos, e perfeito para mulheres que são alegres e extrovertidas. Um amarelo faz sempre bem para a vida, não?
Para terminar a sessão "heroínas", fiquemos com a aparição mais "recente" da categoria. Essa que sim é a típica guerreira, a força de todas. Que venha...

Mulan



Mulan não é exatamente a moça que toma o lugar do pai na guerra aqui, mas nem por isso deixa de ser uma guerreira. Uma das poucas personagens que não foi afetada pela maldição da Rainha Má, Mulan passa anos ao lado do Príncipe Philip em busca da Princesa Aurora (Bela Adormecida), e quando finalmente consegue achá-la, vê o seu parceiro de jornada desaparecer. É então que ela acaba em Storybrooke, e se vê "forçada" a ajudar os demais para consertar a situação causada pela maldição.
Mulan ostenta uma firmeza meio rudimentar, quase masculina, já que ela sempre tem a luta e a honra em primeiro lugar. Porém, exala feminilidade e sensibilidade. Acaba que ela lembra, em jeito, uma outra personagem que já examinei aqui, a Arya Stark de Game of Thrones. Que mesmo sendo feminina, tem na luta o seu refúgio e sua maior expressão.
Por essa razão, segui a mesma linha de raciocínio e decidi dar a ela um prateado metálico. Cor da luta e das armas, mas também da graciosidade. Escolhi o Steel Her Heart, da Revlon.

Os cinzas costumam ser excelentes coringas também quando se trata de tons escuros. Combinam com qualquer roupa, situação, personalidade e principalmente, com qualquer unha! E o que eu gosto nesse da Revlon é que ele não é chumbo como os cinzas que estamos acostumados. É mais claro, dando um toque todo angelical em uma cor que representa força e firmeza. Assim como a Mulan se apresenta.
Ok, conhecemos todas as personagens. Todas as heroínas, suas aliadas e a grande vilã Regina.
Espera, eu disse grande vilã? Ah não... essa não é a Regina. Na verdade, é alguém muito próxima a ela. Conheçam a mulher mais maléfica que a própria Malévola. Apresento

A Rainha de Copas/Cora


Essa mulher, sim, é a encarnação da vilania em pessoa. Pelo menos é a vilã mais digna que um conto de fadas pode ter. A Rainha de Copas, que no mundo real adotou o nome de Cora, consegue ser superior que nossa querida Regina pelo simples fato de que, sob seu próprio ponto de vista, não cede a fraquezas como Regina faz. Enquanto a Rainha Má age por impulsos, emoções e possui desejos, se mostrando uma pessoa sensível e capaz de amar - de um jeito meio próprio, mas ainda assim amor -; Cora é pura razão. Como ela própria diz, a Rainha de Copas "sabe onde deixar o seu coração".
Por ser uma típica vilã de histórias, achei que seria justo escolher uma cor típica para bruxas: roxo! Por isso, minha primeira opção foi o esmalte Clawdeeen, da coleção Monster High.


O roxo é uma cor que eu amo bastante, e uso com frequência. Porém, ele exige um cuidado redobrado. Combina com a maior parte das cores, inclusive com as mais claras (com quem dá um bonito contraste), o que o torna ótimo para usar no dia a dia. Mas é uma cor que costuma lascar MUITO rápido, e o resultado não se disfarça facilmente. Então, se for lavar a louça básica de todo dia, use luvas sim?
Essa foi minha primeira opção para a Cora. Parecia perfeito, e combinava até com o vestuário dela, que costuma ser de roupas escuras, principalmente roxas. Mas aí pensei "poxa... ela é a Rainha de Copas. O que é uma Rainha de Copas sem vermelho?". Foi então que, pela primeira vez, escolhi dois esmaltes para uma personagem só. Cora, graças a seu status de vilã suprema, também vai de Mauve Urban, da Colorama.


Porque nada melhor que um vermelho sóbrio para uma dama tão fina, não é mesmo? Aliás, fica a dica: cores voltadas ao vinho são ótimas para mulheres mais maduras, apesar de também ficar lindo nas mais jovens. E são ótimos também para ocasiões noturnas, como aquelas festas informais ao estilo coquetel ou casamento da filha do seu chefe. Deixa um ar elegante e ao mesmo tempo bastante sedutor. LUXO!
E acho que apresentei todas as principais mulheres de Once Upon a Time. Com esmaltes devidamente escolhidos, agora todo mundo pode ter um pouco de conto de fadas no dia a dia, pelo menos nas unhas.
Espero que tenham gostado! Quem sabe não fica como dica para usar numa próxima saída? Talvez para ir a um certo barzinho que apresentarei na semana que vem.

Agradecimentos especiais (novamente) à nossa fornecedora, modelo e amiga Ana Santis, e também a Tathiane Guilherme e Marina Moretti, que me ajudaram a escolher as cores. VALEU MENINAS! Se alguém quiser comentar alguma cor, ou sugerir outros esmaltes, só comentar abaixo, será muito bem vindo!
Beijos, e até segunda que vem!

Postagens mais visitadas deste blog

Biquini Anos 50

Resenha: A Culpa é das Estrelas