Batendo Perna: Campus Party!

O "Batendo Perna", fazendo jus ao seu nome, hoje vai trazer mais um local bacana para todos conhecerem. Tudo bem, o local de hoje está mais para evento do que para um lugar mesmo, mas ainda assim é um evento grandioso e muito divertido. Exatamente por isso merece ser comentado aqui, já que todos os leitores do Boreal adora saber para onde ir quando bate aquela vontade de fazer algo diferente!

E a sugestão de hoje é o mega evento Campus Party, que acontece na cidade de São Paulo anualmente e reúne todos os apaixonados por tecnologia do país!

Ok... eu sei que tinha prometido para hoje o tutorial do penteado da atriz Maisie Williams (Arya Stark - GoT) e encerrar os especiais de As Crônicas de Gelo e Fogo. MAS, como boa jornalista que sou, acho que existem alguns assuntos que não podem esperar para serem divulgados, enquanto outros têm esse privilégio de serem comentados a qualquer momento.

E como hoje começou a edição de 2013 da Campus Party, decidi que o tutorial do penteado vai esperar um pouquinho! Mas ele virá, não se preocupe. Enquanto  isso, bora conhecer esse evento sensacional, e ter uma boa opção de saída para a última semana de janeiro (e de muitos, a última semana de férias também)?

A Campus Party

Se você é um nerd de carteirinha assinada como eu, já deve saber que a Campus Party é o maior evento de tecnologia, internet, games e negócios ligado ao mundo digital do Brasil, e um dos maiores do mundo. A primeira Campus Party aconteceu há 16 anos, na Espanha, e desde então vem conquistando fãs e visitantes no mundo inteiro.

A primeira edição brasileira aconteceu em 2008, na cidade de São Paulo, onde continua sendo realizada anualmente, sempre no mês de janeiro. Foi no nosso país, aliás, que a Campus Party teve sua primeira edição internacional! Somos chiques, hein?

O evento, que esse ano acontece no Parque Anhembi (aquele em que sempre ocorre as bienais do livro e a Super Casas Bahia), oferece aos visitantes a chance de conhecer as novidades do mundo tecnológico, como novos softwares para computadores, novas edições de hardwares e celulares, novos games e aplicativos, e até mesmo chances para empreendedores que querem apostar nesse mercado e fazer do Brasil, mercado em grande ascensão, o novo "Vale do Sicílio".

A intenção da Campus Party brasileira é fazer com que as ideias e talentos de jovens e apaixonados pelo mundo digital sejam reunidas em um só lugar, e que seja compartilhada por todos. Incentivar a troca de conhecimento e apresentar o que há de mais moderno em tecnologia para o país é uma das marcas registradas do evento. Para tanto, a internet, por exemplo, é liberada no evento, e todos podem se conversar e jogar juntos, independente de quem for.

Internet de graça, bora aê #sóquenão

O espaço é dividido entre a Arena, Área de Camping e a Zona Expo. Vamos conhecer cada uma delas...

A Arena

A Arena é a área principal da #CPBR6 (Campus Party Brasil 6). É a área em que todos os "campuseiros" (participantes do evento) podem se sentar, ligar seus equipamentos (desde aqueles Apples foderosos até o seu Nintendo DS) e interagir, trocar experiências (e arquivos, músicas, softwares, desenhos ou telefones, se você achar o amor da sua vida - nunca se sabe!) e compartilhar conhecimento e ideias. A Arena tem sua importância porque é onde os jovens e maduros talentos podem apresentar seus trabalhos a um público bem extenso. Estima-se que, só este ano, mais de 8000 pessoas compareçam a #CPBR6, e frequentem a Arena.

Você consegue imaginar o quanto se pode aprender em apenas sete dias?

Ao lado da Arena, também estão localizados os palcos e salas do evento, onde ocorrem as palestras, workshops e debates. Esse ano, além do palco principal, temos os seguintes espaços...

Galileu: espaço dedicado à astronomia; hardware, molding e eletrônica; robótica; biotecnologia; nanotecnologia; e greentech ("tecnologia verde", sustentável).

Sheldon Cooper aprovaria essa sala. Ou pelo menos iria...
Michelangelo: espaço dedicado ao design, fotografia, vídeo e música.
Gutenberg: espaço dedicado às mídias sociais e blogs (quem sabe o Boreal não aparece lá um dia desses?)
Pitágoras: espaço dedicado aos sistemas operacionais e desenvolvimento.
Sócrates: softwares livres (vulgo "aqueles programas que não precisamos pagar por eles").
Archimedes: segurança e redes.
Hypatia: empreendedorismo (a palavra de ordem da economia brasileira, eu estou particularmente curiosa com esse espaço).
Espaço Stadium: games, simulações e workshops (e com certeza deverá ser a mais lotada do evento, afinal VÍDEO GAME).
No palco principal, teremos os principais eventos, como as palestras; além dos debates entre diversos convidados especiais (os magistrais). É nesse palco que poderemos ver a participação de Buzz Aldrin (companheiro de Neil Armstrong na primeira viagem à Lua) e o empresário Eike Batista, por exemplo.
Se tiver sorte, você poderá pedir um carrinho desses de presente, olha só!
Por último, mas não menos importantes, teremos algumas ações especiais durante os sete dias de evento da Campus Party. Uma dessas ações é a Maratona de Negócios, promovida pelo Sebrae. Nesse dia, o Sebrae ajudará a transformar 500 ideias criativas em negócios viáveis, e com isso incentivar o público campuseiro a investir em tecnologia no país.
Conhecida a Arena, vamos para a segunda grande área...
A Zona de Camping
Tem gente que é apaixonado por tecnologia (temos um aqui no blog, por exemplo). Mas tem gente que é MUITO apaixonado mesmo. Pensando nessas pessoas, que não querem perder um só momento da Campus Party e querem ter uma experiência divertida e enriquecedora, o evento oferece uma zona de camping. Isso mesmo, as pessoas podem ACAMPAR no Parque Anhembi. É como se fosse uma espécie de extensão do espaço da Arena. Porém, dura 24 horas XD
Zona Expo
 Essa é a zona das exposições, da experimentação e da excitação (tudo ex, olha só!). Nesse espaço, as principais marcas do ramo tecnológico expõem suas novidades, para o público poder experimentá-las e dar o feedback (retorno) do que acharam. Novidades sobre inovação, empreendedorismo e games, por exemplo, são as marcas registradas dessa zona. É uma das mais frequentadas e esperadas, principalmente por aqueles que participam do projeto Inclusão Digital, já que é na Zona Expo que muitas pessoas entram e aprendem a usar a internet pela primeira vez.
E agora você pergunta... qual o preço dessa brincadeira?
Bom...
Para estudantes de baixa renda, participantes de programas de bolsa de estudos universitários e ProUni: R$ 150,00.
Para os demais: R$ 300,00.
Ok, eu confesso, o preço não é o mais saudável do planeta. Mas ele permite a entrada em todos os dias, pelo menos. Sete dias de diversão e novidades, até que não sai TÃO caro assim. Lembrando que a Campus Party começa hoje, dia 28, e segue até o dia 03 de fevereiro.
Se você gostou da sugestão, fica aí a dica para dias bem tecnológicos.
Beijos beijos!



Postagens mais visitadas deste blog

Esmaltes: Especial Once Upon a Time

Biquini Anos 50

Batendo Perna: The Clock Rock Bar