Fashion Rio: Acquastudio, Graça Ottoni, Totem, Claudia Simões e Redley

O segundo dia do Fashion Rio (28/05) não foi o melhor dia do evento, mas desfiles como o de Graça Ottoni garantiram a magia da moda. Confira o que aconteceu nesta última sexta:

ACQUASTUDIO (27/05)
Coleção: Busca por volumes e formas. Mix de arquitetura, arte e moda. Preocupação em sempre destacar a silhueta feminina apesar dos volumes propostos.
Tendências: tule, organza, transparências, drapeados, rosas, envelopes, painéis, armações, bordados, argolas.
Cartela de cores: bege, creme, off-white, vermelho, amarelo fluorescente, pink. 
Adoro!: saia com várias armações laterais, vestido amarelo flourescente com paineis verticais armados, calças com paineis transparentes. 
Não, não, não: vestido balone vermelho, vestido pink com painéis.


GRAÇA OTTONI
Coleção: Referências no livro "O Mensageiro", que apresenta fotografias da Bahia entre os anos de 1932 e 1962.
Tendências: tecidos leves, cambraia de linho, linho, seda, cambraia de algodão, renda, paetê, transparências, peças fluídas, frescas e longas, amarrações, peças levemesnte masculinas, sobreposições, estampas de couro de cobra.
Cartela de cores: branco, preto, cinza.
Adoro!: look short com volume, colete tipo espartilho e top; vestido cinza com brilho e top com manga e alça; vestido preto com amarração cruzada branca.
Não, não, não: sim, sim, sim! Toda a coleção leva a força e a doçura do interior da Bahia em sua essência. A sensação de conforto vai dos olhos à alma.


TOTEM
Coleção: Sou Rio. Unir seda estampado, nós e pano.
Cartela de cores: azul, amarelo, vermelho, marrom, preto.
Adoro!: Gosto apenas, do top listrado com saída listrada, vestido preto curtinho.
Não, não, não: Não. Não! Não!!! Raras são as peças estampadas que valem a pena. E temos que lembrar que 90% desta coleção é estampa! São todas estampas muito pesadas, e ao mesmo tempo fracas, que já foram vistas diversas vezes. Quando misturadas, não criam harmonia.


CLAUDIA SIMÕES
Coleção: Referência para estamparia: formas geométricas, tridimensional. Referência para formas: anos 60. Outras referências: étnico.
Tendências: tecidos encorpados misturados com organzas, bordados, crochês, telas, transparências.
Cartela de cores: beje, chumbo, verde, laranja, vermelho, amarelinho, musgo, vinho, cinza, marrom, preto, oliva, verde água.
Adoro!: Gosto apenas, do vestido vermelho com decote amplo e faixa vertical.
Não, não, não: Não. Não! Não!!! A coleção não conversa entre si. Não existem mais de duas peças que sigam um mesmo conceito. Talvez isso aconteça pois o conceito geral da coleção já não é algo focado. Enquanto forma trata de um assunto, estampa trata de outro não relacionado.


REDLEY
Coleção: Simplicidade e funcionalidade para o cotidiano carioca. Trabalho com brilho, que representa a chuva do verão carioca. Passarela ambientada com sal, remetendo ao mar.
Tendências: capas de chuva, material tecnológico, recortes, nylon, laminado, moleton, algodão, linho, seda, alfaiataria.
Cartela de cores: bege, off-white, preto, verde musgo, rosa, lilás, amarelo.
Adoro!: jaqueta e calça bege, e vestido amarelo, todos com painéis.
Não, não, não: Não. Não! Não!!! As peças apresentadas já foram vistas diversas vezes, tanto em desfiles da Redley como em outros desfiles, em vitrines, etc. Algumas modificações feitas em peças explicitamente básicas acabaram não funcionando e as sobreposições ficaram over.

Confira os desfiles acima por completo nos álbuns Picasa do Boreal Café. Acesse: http://picasaweb.google.com/borealcafe

No próximo post, sábado, domingo e segunda do Fashion Rio! Não perca...

Postagens mais visitadas deste blog

Esmaltes: Especial Once Upon a Time

Resenha: A Culpa é das Estrelas

Biquini Anos 50